Páginas

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Os Dois Relógios (The Two Clocks)

Os Dois Relógios - Lewis Carroll - A Tradução Livre

O que é melhor, um relógio que esteja certo apenas uma vez ao ano, ou um relógio que esteja certo duas vezes ao dia?
"O último," você responde, "inquestionavelmente." Muito bem, agora observe.
Eu tenho dois relógios: um não se move de jeito nenhum, e o outro atrasa um minuto por dia: qual você preferiria? 
"O atrasado," você responde, "sem dúvida."
Agora observe: o que atrasa um minuto por dia tem que atrasar doze horas, ou setecentos e vinte minutos antes de estar certo novamente, consequentemente só fica certo uma vez a cada dois anos, enquanto o outro fica evidentemente certo tão logo seja a hora que ele marca, o que ocorre duas vezes ao dia.
Então você se contradisse uma vez.
"Ah, mas," você diz, "qual é a utilidade de estar certo duas vezes ao dia, se eu não sei quando a hora chega?"
Por que, suponha que o relógio aponte para as oito horas, você não vê que o relógio está certo às oito horas? Consequentemente, quando forem oito horas, seu relógio estará certo.
"Sim, eu entendo," você responde.
Muito bem, então você se contradisse duas vezes: agora fuja da dificuldade o melhor que puder, e não se contradiga novamente, se conseguir.
Você pode ir em frente e perguntar, "Como eu posso saber quando as oito horas chegam? Meu relógio não vai me dizer," Seja paciente: você sabe que quando forem oito horas seu relógio estará certo, muito bem; então sua regra é esta: mantenha seus olhos fixos no relógio, e no exato momento em que ele estiver certo, serão oito horas.
"Mas--," você diz.
Então, o que você fará; quanto mais argumentar, mais você ficará longe do objetivo, então será melhor parar.

2 comentários:

atraducaolivre.blogspot.com.br no linkto