Páginas

quarta-feira, 19 de junho de 2013

POEMA FAX (FAX POEM)

POEMA FAX (FAX POEM) - Charles Bukowski - A Tradução Livre


Oh, perdoem-me Aqueles Por Quem os Sinos Tocam,
oh, perdoe-me o Homem que andou sobre a água,
oh, perdoe-me pequena mulher idosa que viveu em um sapato,
oh, perdoe-me a montanha que rugiu à meia-noite,
oh, perdoem-me os mudos sons da noite e dia e morte,
oh, perdoe-me a morte da última bela pantera,
oh, perdoem-me todos os navios afundados e exércitos derrotados,
esse é meu primeiro POEMA FAX.
É muito tarde:
Eu fui
ferido.

POEMA FAX (FAX POEM) - Charles Bukowski - A Tradução Livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

atraducaolivre.blogspot.com.br no linkto